18/05/2018

Prêmios literários: a celebração de autor e obra

O que são? Qual a relevância cultural? Vem que a gente te explica! 

Atualmente, existem mais de cem premiações para autores e obras literárias ao redor do mundo, as mais antigas datando do começo do século XX. Funcionando como um "termômetro" de obras e autores, esses prêmios são responsáveis por dar reconhecimento a obras dos mais diversos segmentos da literatura. Ainda que alguns deles sejam conhecidos por serem "conservadores" no quesito premiação, existe diversidade o suficiente nos dias de hoje, para abranger os mais diversos gêneros e criações. Assim, ao mesmo tempo que o prêmio Bram Stoker, por exemplo, que foi criado em 1987, concede valor a obras de terror; o prêmio Hans Christian Andersen vai condecorar a literatura infantojuvenil. Não podemos esquecer do prêmio Staunch Book Prize, que surgiu em 2018 para celebrar suspenses que não possuam violência contra a mulher na trama. 
(Prêmio Bram Stoker para literatura de terror)
(Prêmio Hans Christian Andersen para Literatura Infatojuvenil)
No Brasil, o prêmio mais importante é o Prêmio Jabuti. Lançado em 1959, foi um dos projetos que Edgard Cavalheiro teve enquanto foi presidente da Câmara Brasileira do Livro. Surgiu em meio a uma série de conflitos que o cenário literário brasileiro enfrentava, como escassez de recursos e uma articulação muito baixa do segmento.
A escolha do nome jabuti não foi ao acaso: devido a influências culturais e políticas da época, como o modernismo e o nacionalismo, além da presença do animal nas histórias fantásticas de Monteiro Lobato, o jabuti acabou caindo na graça dos dirigentes da CBL. O diferencial desta premiação se encontra justamente na escolha de seus vencedores: muito além de só quem escreveu, destaca-se toda a qualidade do trabalho e das áreas envolvidas na criação do livro.
(Estatueta do Prêmio Jabuti)
Internacionalmente, é imprescindível destacar o Pulitzer, o prêmio de maior prestígio dado a escritores de diferentes áreas: desde romance ao jornalismo. Seu criador foi Joseph Pulitzer, um dos grandes nomes do mercado editorial norte-americano. Em seu testamento, ele deixou 250 mil dólares para a premiação, especificando que: quatro prêmios seriam para jornalismo, quatro para cartas e dramas, um para educação e quatro bolsas de estudos. Com o passar do tempo, o número de prêmios se estendeu e chegou a 21, incluindo agora categorias como música, fotografia e poesia.
Com o primeiro dos prêmios tendo sido entregue em 1917, depois da morte da Joseph, os "pulitzers" passaram a ser entregues anualmente, no mês de abril, e ao longo do século se consolidaram como uma das maiores honras que alguém podia ter, equiparando-se a outras premiações, como o Oscar e o Nobel. Um autor atinge o nirvana da sua carreira literária ao receber um prêmio.
(Joseph Pulitzer, criador do Prêmio Pulitzer)

Quando Alice Walker escreveu A Cor Púrpura, em 1982, ela dificilmente imaginava que seu livro fosse virar um clássico da literatura, ou que sua escrita iria ter o impacto que teve na vida de tantas pessoas. Parte desse reconhecimento foi atribuído aos prêmios que a obra recebeu: um National Book Critics Awards e, claro, um Pulitzer.
(Alice Walker, autora de "A Cor Púrpura")
Esses prêmios, além de darem o reconhecimento necessário que Alice merecia, conseguiram colocar a obra dentro de circuitos onde normalmente seria marginalizada (ou nem mesmo reconhecida). A história de Celie, que mexia diretamente em uma "ferida" ainda pouco cicatrizada na história dos Estados Unidos, se tornou um marco na literatura norte-americana (e mundial, até). E é sobre isso que vamos conversar neste Clube de Maio (aqui).


("A Cor Púrpura", adaptação cinematográfica de Steven Spielberg com Whoopi Goldberg no papel da protagonista Celie)

(Musical "A Cor Púrpura", outra adaptação da obra de Alice Walker)


Clube de Maio
Marque presença no link do evento
Dia 26/maio
A partir das 15h
Livraria Leitura – São Luís Shopping

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos a sua participação.
Seja bem-vindo e volte sempre!
Quer comentar e não tem conta?!
1- Escolha a opção Nome/URL
2 - No espaço Nome coloque seu nome ou seu apelido
3 - No espaço URL coloque o link do seu site, blog, vlog, tumblr... (não é obrigatório).


CLUBE DO LIVRO MARANHÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
DESIGN E DESENVOLVIMENTO POR SOFISTICADO DESIGN.