01/04/2013

Entrevista com Mylena Araújo

A pedidos de alguns leitores do Clube do Livro MA, vou postar a entrevista com Mylena Araújo, cedido pelo blog Um Sofá à Lareira. Apreciem! 

Nossa convidada é Mylena Araújo, autora de “Mundo de Marguerite Sülever”, a ser lançado em março, pela Selo Jovem. Sei que assim como eu, alguns leitores estavam ávidos para saber um pouco mais de Mylena Araújo.

Um Sofá à Lareira: O que te levou a escrever livros? Da onde surgiu a idéia de se tornar escritora?
Mylena Araújo: Bem na verdade nunca me passou pela cabeça ser escritora, tecnicamente desde pequena nunca gostei de ler ou fazer redações tinha pavor. Mas aos 14 anos algo extraordinário aconteceu um dia bem especial entrei na biblioteca do colégio algo que nunca fiz e comecei a contar os livros da estante, de repente um deles cai bem aos meus pés... O peguei e adorei a capa, o conteúdo me fascinou e não parei mais de ler desde esse dia. Então posso dizer que esse livro mágico me ajudou muito a descobrir minha vocação, algo que tinha escondido e nem mesmo sabia.
O Anel dos Nibelungos esse é o livro.

Um Sofá À Lareira: Como decidiu que ser escritora seria sua profissão?
Mylena Araújo: A partir do momento que apenas ler não era o bastante pra mim, eu queria expressar minha imaginação, minhas ideias, então decidi me tornar escritora.

Um Sofá à Lareira: E a inspiração? O que te inspira na hora de escrever?
Mylena Araújo: Minha irmã, ela é uma das minhas inspirações.

Um Sofá à Lareira: De onde surgiu a idéia para criar o “Mundo de Marguerite Sülever”?
Mylena Araújo: Bom, esse livro surgiu de uma redação que fiz para o vestibular e um belo dia encontrei o rascunho e comecei a colocar complementos, desenvolver personagens, firmar a história... E o engraçado é que a redação tinha o título de “Marguerite e sua baleia de estimação.” Tive que mudar muita coisa... (risos), em certos aspectos essa obra se baseia em fatos reais da minha vida.

Um Sofá à Lareira: O que é mais gratificante nessa profissão?
Mylena Araújo: Expressar tudo o que sinto no papel, criar mundos imaginários, e saber que os leitores gostam daquela ideia. Porque o escritor tem um lado Frankstein, ele pega emoções, aparência e coloca tudo num só personagem é isso que torna a profissão gratificante.

Um Sofá à Lareira: Qual maior desafio para escrever um livro?
Mylena Araújo: O desenvolvimento da história, pelo menos pra mim. Eu costumo fazer um pequeno resumo, mas quando começo a escrever outras ideias tomam o rumo e acabo desfazendo e recomeçando... Principalmente com os personagens eu faço muito isso... Se no começo da história começo com a Sandra como minha personagem principal, no meio do enredo penso melhor e mudo o contexto, por exemplo.

Um Sofá à Lareira: O que significa “Mundo de Marguerite Sülever” para você?
Mylena Araújo: Uma realização, não tinha muita fé nessa obra... Achei que o assunto abordado não era o que as pessoas procuravam, ou gostariam de ler... Mesmo assim mandei para avaliação e sete dias depois a Editora me contactou dizendo: “Sua obra é fantástica, queremos fechar contrato com você.” Fiquei tipo “Nossa, eu nem acredito!” Então é isso que significa pra mim, uma realização e sei que vocês irão adorar essa história.

Um Sofá à Lareira: E os planos para o futuro? Novas obras, seguindo o gênero, outras series? Por onde Mylena Araújo quer se aventurar?
Mylena Araújo: Tenho duas novas obras prontinhas, A primeira é o Lago de Vidro - Um romance ficcional, uma história que fala sobre bruxas, fantasmas, demônios e etc.
A segunda obra é o Vol.2. da minha série “Elyse Dark – A Contaminação”, -Um romance ficcional, envolvendo suspense e um pouco de terror. Adorei escrever essas duas obras, valeu apena ficar acordada até às 4 da manhã... (risos), Espero que os leitores também gostem... E vou continuar como escritora, sem dúvidas.

Um Sofá à Lareira: Teve apoio quando escolheu trilhar o caminho de ser escritora?
Mylena Araújo: Sim, minha mãe Antônia me apoiou e muito... Devo tudo a ela... E agradeço por ela ter tido paciência. Entrei nesse ramo em 2011 por conta própria, lançando O Mundo de Marguerite Sülever pelo clube de autores que me ajudou bastante, até que minha obra ganhou uma editora.

Um Sofá à Lareira: Para terminar, um conselho para os futuros escritores e para os leitores do “Um Sofá à Lareira”?
Mylena Araújo: Sigam com seus sonhos, jamais desistam... Vamos divulgar as obras dos nossos escritores brasileiros, valorizar a leitura, pois juntos poderemos vencer. E muito obrigada “Um sofá a Lareira”, por essa maravilhosa entrevista.

Sou eu, do “Um Sofá à Lareira”, que agradeço por conceder essa entrevista. Todos os leitores e eu estamos aguardando ansiosamente a saída de “Mundo de Marguerite Sülever” e todas as outras obras interessantíssimas que você está preparando para todos. E a todos os leitores do blog, espero sugestões de próximos autores, de perguntas. A escolha são de vocês para a próxima entrevista do “Um Sofá À Lareira”.

Por hoje é só. Agora pedimos seus comentários e sugestões para uma próxima entrevista. Qual autor da vez? O que mais gostariam de perguntar a ele? Mandem suas sugestões para ma.clubedolivro@gmail.com com o assunto "ENTREVISTAS". Aguardarei as sugestões!






Visitem também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos a sua participação.
Seja bem-vindo e volte sempre!
Quer comentar e não tem conta?!
1- Escolha a opção Nome/URL
2 - No espaço Nome coloque seu nome ou seu apelido
3 - No espaço URL coloque o link do seu site, blog, vlog, tumblr... (não é obrigatório).


CLUBE DO LIVRO MARANHÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
DESIGN E DESENVOLVIMENTO POR SOFISTICADO DESIGN.